segunda-feira, 23 de abril de 2018

Karaokê com violão ao vivo


Utopia urbana

Saio de casa 6h da manhã, pego um ônibus até a estação da CPTM, o percurso é de 40 mim, o ônibus demora mais de uma hora e vem lotado. Aparece uma alternativa, os “lotações”, são carros particulares que transportam quatro ou mais pessoas, sem paradas e por um custo menor. Chego à estação e dirijo-me a bilheteria, passo por um corredor de vendedores gritando: “passagem 3 real”, (o valor é R$4)...
Embarco no trem com uma enxurrada de camelôs, entre eles: pastores evangélicos, ex-drogados fazendo campanha para casa de recuperação, palhaços, repentistas, hip hop do trem, sertanejos, vendedores de acessórios para celulares, doces, salgados, água, refrigerantes, cervejas, carteiras, meias, livros, cortadores de unhas, smonging, escovas de dente, cadeados, etc.
Quando não para, ou anda com velocidade reduzida, chego ao destino em 55 mim.
A área de desembarque e os acessos ao terminal são ocupados por vendedores de rua, montam suas lojas nas calçadas, impedindo a passagem.
Caminho por mais 20 mim até chegar ao entorno do SESC 24 de Maio, o cenário é sempre o mesmo, ruas sujas, calçadas esburacadas, carroças, gente dormindo, paredes pichadas, feira do rolo, barracas de roupas, de bebidas, de jogo do bicho, na praça as “primas”, duas gatas por R$ 35, das 9h às 21h.

Neste mundo, tudo da certo porque o governo não interfere, pois onde ele interfere, as coisas não funcionam ...

domingo, 17 de abril de 2016

NÃO VAI SER FÁCIL

No momento não sei bem a diferença, entre justiça e vingança. Quem ocupa o lugar de comando, não tem moral pra impedir o mal, que sempre esteve presente, meio escondido, disfarçado, e agora se instala, e não vem sozinho, pois encontra um terreno fértil propicio pra gerar suas descendências. 
Experimente usar o transporte coletivo, e/ou caminhar pelas ruas do centro pra saber do que estou falando. Vc entra no trem da CPTM ou do Metrô, e escuta o serviço de alto falante: “é proibido pedir esmolas e o comercio ambulante, não incentive estas ações ...” junto um monte de vozes gritando: “mais alguém, alguém mais, chamô chegô” , e um monte de gente comprando. Novamente o serviço de alto falante: “Ao embarcar, leve suas mochilas nas mãos, colabore ...” e um monte de “anta” com as mochilas nas costas. 
Mais uma vez o falante “É proibido o uso de aparelhos sonoros, sem o fone de ouvido”, e ai têm + “anta” tocando um barulho muito ruim em volume alto, um detalhe, já reparou que musica boa ninguém toca em volume alto?
Serviço de alto falante: “Evite acidentes, não sente no piso dos trens” e um monte de “antas” espalhadas pelo chão, isto quando não põem os pés em cima dos bancos, seguram as portas, atrasando a partida.
As pessoas tossem e espirram em cima da gente, e raramente se desculpam, nas escadas rolantes uma recomendação: “deixem o lado esquerdo livre” e tem sempre uma “anta” parada impedindo o fluxo. 
Com a chegada da lei antifumo, as pessoas descem dos prédios e fumam nas calçadas no trajeto de quem caminha, no momento do esforço físico, onde precisamos de mais oxigênio, somos obrigados a respirar fumaça.
Estomagado pergunte ao meu Guru, o que devia fazer, e ele sorrindo me disse: “você deve desculpar sempre, perdoe e viva.” 
Ai eu disse: mas vou ter que abrir mão dos meus direitos? 
E ele ainda sorrindo completou: “direitos não, mas o seu orgulho, a vaidade o egoísmo ...”
Não vai ser fácil, vou seguir colhendo minhas sementes e plantando arvores, tocando minhas musicas, cooperando onde for possível, vou tentar fazer a minha parte ....

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Promessas



Promessas:
Ontem foi dia 31 de maio, tipo 13 invertido, estamos sob o domínio do 13 ...
Mês de maio
Mês das mães
Mês das mulheres
Mês das noivas
Mês da abolição
Mês do trabalho
Vou tocar mais que dar aulas
Vou voltar pra academia
Vou virar yogue
Vou voltar ao jogo de tênis
Vou fazer uma tatuagem
Vou comprar uma batuta
Vou tomar um bom vinho
Vou adotar o arroz integral e açúcar orgânico
Vou arrumar uma namorada
Vou à pinacoteca
Vou dar um rolê no Ibira
Vou tocar em todos os buracos
Vou ver Picasso e a modernidade espanhola
Vou gravar um disco novo
Vou comprar uma agulha pro toca-discos
Vou por o Besouro verde pra rodar
Vou parar de beber ...

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Mercado Municipal de São Paulo - SP

No Mercado Municipal de São Paulo - SP, vc encontra os discos “Antropofagia ao vivo” e “_c eh o q c come” - gravados no Centro Cultural de São Paulo ...
é só procurar o Félix ...